30/08/2015

ESQUERDA CAVIAR

Esquerda Caviar, que acabo de ler e editar um extrato, é o mais recente livro de Rodrigo Constantino, intelectual brasileiro de pensamento liberal e cujo blog é listado aqui ao lado.


Como já expliquei em "Sobre", não sou um liberal e ponto, mas, sim, talvez, talvez conservador, talvez autocrático, talvez democrático... depende, por isso concordo e não concordo com o que vo Constantino diz. Depende.


26/08/2015

E AGORA STF?

Neste 26 de agosto de 2015, na CPI da Petrobras, Paulo Roberto Costa explicou, com calma, com todas as letras e por duas vezes, mas repetindo o que já dissera em seus depoimentos ao juiz Sergio Moro, que, em situações de compra de empresas, como a compra de Pasadena, só o Conselho de Administração tem autoridade para aprovar e executar tal ação.

Não se trata de uma acusação leviana ou sem respaldo. Ele apenas chama a atenção das autoridades envolvidas na investigação, de que devem dar uma olhada nos estatutos da empresa. Para facilitar o trabalho, reproduzo abaixo o que consta no Estatuto da Petrobras, obtido em uma visita ao sítio da empresa (www.petrobras.com/data/files/4028597D2EDE3125012EDE9C801B3353/estatuto-social.pdf) na webe. Abaixo o que lá encontrei de mais pertinente e relevante. 


25/08/2015

APENAS UMA DISTRAÇÃO

"Quando você quer ajudar as pessoas, você diz a verdade a elas; quando você quer se ajudar, você diz aquilo que elas querem escutar." 

Thomas Sowel, economista americano, filósofo e político.


No final de fevereiro, o patrão de Dilma, já manifestara sua opinião de que seu poste deveria, como tentativa derradeira para se salvar (e a ele próprio), vir a público e reconhecer seus erros ao longo dos 4 anos de seu primeiro mandato. A subordinada não se insubordinou, fingiu que não ouviu.

Na semana passada, precisamente na segunda-feira, 17 de agosto, o ex-presidente Fernando Henrique colocou a cereja no bolo das mensagens encaminhadas a dona Dilma, há meses, vindas de todos os lados, qual seja, a de renunciar ou, minimamente, reconhecer seus erros.


19/08/2015

VÍRUS NASOCONE

Nesta 3ª feira, 18 de agosto, o ministro Joaquim Levy, produziu uma pérola do raciocínio ilógico, manifestação discursiva aprimorada por dona Dilma, a maior especialista NaSoCoNe (o nada sobre coisa nenhuma) do Brasil.

Todos estamos cientes e conscientes de que objetivo do contrato de trabalho do ministro, é colocar as contas em dia e, em não tendo onde reduzir despesas, há que aumentar as receitas do Estado mastodôntico brasileiro. Não logrando êxito, rua!


09/08/2015

NEGAR, NEGAR, NEGAR

Dona Dilma, neste último 7 de agosto de 2015, foi instruída a dizer que a democracia tem de "respeitar a eleição direta pelo voto popular" em resposta às pressões que vem sofrendo para pegar a bolsa e escafeder-se pela porta da frente. Enquanto é tempo.

Seus conselheiros são, hoje, os mesmos de ontem que lhe incentivaram e apoiaram na estratégia de enganar o eleitor com dúzias de mentiras. Este "voto popular" que dona Dilma recebeu, lhe foi dado por um contingente de cidadãos que não tinham (e não têm) acesso a números e análises que desde 2013 vinham apontando para a eminência de quebra das contas públicas. Ela sabia disso e enganou a todos. Por pouco tempo, muito pouco tempo.

04/08/2015

FORA PT!

Estamos sendo convocados para, no domingo, 16 de agosto de 2015, irmos às ruas expor nossa indignação com a revelação de um inescrupuloso Sistema Padrão de Assalto às Empresas Estatais idealizado pelo senhor Luiz Inácio e a alta cúpula do PT, e implantado pelo senhor José Dirceu, hoje mais uma vez levado à prisão.

Sou a favor, estarei lá, mas como publicitário e redator, chamo a atenção para um erro de convocação que se constitui em erro grave de comunicação. A chamada utilizando o mote do "impeachement" já mostrou no evento passado que não funciona. Primeiro porque é uma palavra da língua inglesa de difícil pronúncia e, pior ainda, de difícil entendimento. Segundo, e o que mais importante, tirar a Dilma não resolve absolutamente nada, até porque ela já não é nada neste governo. O que queremos, e isto já ficou claro para todas as camadas da população, é tirar de todos os níveis de poder esse grupo que assaltou o país de modo escancarado.