24/04/2016

OS VITIMADOS E INJUSTIÇADOS

A presidente, ainda (24/04/16), em exercício, Dilma Roussef, devidamente instruída por sua equipe de marketeiros, está se auto-proclamando vítima de um golpe pelos congressistas e injustiçada pelos brasileiros que foram às ruas pedir sua saída. Pela porta da frente ou dos fundos, a prerrogativa desta escolha é exclusivamente dela.

Mas vitimados e injustiçados são todos os brasileiros que foram descaradamente enganados por esta excelentíssima senhora.  Assista a esta edição de algumas falas de Dilma, a honesta, principalmente de antes das eleições de 2014, e o contraponto dos comentários acrescidos com base na realidade dos fatos.


19/04/2016

NÃO É JUSTO!

"A fraude fiscal foi o principal instrumento de estelionato eleitoral. (...) É crime de responsabilidade sim um candidato-presidente destroçar a economia do país para enganar uma nação."
Gil Castelo Branco, economista

Até semana passada, diziam as más línguas, que era na base do grito, da grossura, da porrada. Ontem a estratégia mudou. Dois ou três comprimidos de um ansiolítico qualquer e Dilma, a sofrida, a coitadinha, vem, dopadamente, se apresentar como injustiçada pela vida e vítima de maus meninos e meninas!!!

Injustiçada? Você, Dilma, responsável pelos quase 10 milhões de desempregados, estes sim, os grandes injustiçados? 

Injustiçada por não ter feito nada de mal? E a perda de poder aquisitivo causada por inflação que, acumulada de 2015 a 2016, será causa de uma perda de poder aquisitivo da ordem de 20% nos salários?

Injustiça por não ter roubado nada em proveito próprio? E acha que isso a redime dos roubos que deixou fazer? Da roubalheira para a qual fez vista grossa por ser conveniente para se reeleger?

Vítima? Você, Dilma, que para se reeleger não poupou a população de mentiras e falsidades que vieram à tona tão logo completada a contagem dos votos?

Vítima, sim, mas só se for de sua estratégia de desonerações fiscais inconsequentes, irresponsáveis, que nos aproximam de um déficit orçamentário acumulado em 3 anos próximo de 200 bilhões de reais.

Vítima? Você, Dilma, que tendo promovido um déficit irresponsável, agora destrói programas sociais por completa falta de recursos para sustentá-=los?

Injustiçados e vitimados são todos os cidadãos brasileiros que foram pela senhora, pelo PT e pelos crédulos convenientes, enganados, tripudiados, feitos de palhaço, com o único propósito de se manter no governo a qualquer custo.

E sua insistência em, hipocritamente, continuar a se vitimizar, só terá um resultado: um golpe no Brasil do qual levaremos uma década para nos recuperar.

Renuncie, Dilma, se você tem algum respeito e consideração pelos cidadãos brasileiros, principalmente por aqueles mais afetados pelos seus inconsequentes atos e falsas promessas.

Renuncie, Dilma, porque ainda não sabemos como sair desse abismo que você nos jogou, mas, queiram os deuses, não será com você, pois, inquestionavelmente, com você sangraremos por mais 6 ou, pior, 20 meses.

Isto sim, NÃO É JUSTO!!!

15/04/2016

TRIUNVIRATO DA HIPOCRISIA

ou 

MENSAGEM ADAPTADA (só um pouquinho) AO BRASIL DE ABR/2016

O texto a seguir foi, mais que inspirado, copiado de documento divulgado alguns anos atrás, com pouquíssimas adaptações aos dias de hoje. Tente descobrir, antes de chegar ao final, quem assinou o original. Entre colchetes, meus comentários.

------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Abre aspas.

O Brasil quer mudar. Mudar para crescer, incluir, pacificar. Mudar para conquistar o desenvolvimento econômico que hoje não temos e a justiça social que tanto almejamos. Há em nosso país uma poderosa vontade popular de encerrar o atual ciclo econômico e político. [Verdade pura manifesta nas ruas.]

(...)

06/04/2016

A SAÍDA, QUAL SERÁ A SAÍDA?

"Nunca antes na história deste país" um único indivíduo conseguiu fazer uma nação inteira sangrar por tanto tempo, mesmo sendo investigado pela justiça, mesmo depois de perder toda a sua legitimidade e aprovação popular, e, até mesmo, depois de ameaçar colocar brasileiros contra brasileiros em uma guerra civil,  justificada unicamente pela recusa em deixar o poder. Sim, estou falando dele. 

Onde estão as razões que alicerçam os fatos a seguir:

A eleição de 2014 não é impugnada, mesmo depois de comprovado pela realidade que Dilma se elegeu sobre um conjunto de mentiras ditas à nação.


01/04/2016

CHOQUE DE CULTURAS

Acabo de terminar a leitura de "Os lugares do meio", do jornalista Rory Stewart, publicado em 2008 pela Record.

É o relato da peregrinação que fez em 2002, no Afeganistão, entre as cidades de Herat e Cabul.

A leitura dá uma boa contribuição para avançarmos no entendimento do que acontece naquela região e em outras como na Síria, Egito, Iraque etc.